SPIC se dedica aos planos de crescimento no Brasil e aposta na In Forma para a gestão do seus ativos

A State Power Investiment Corp (SPIC) é o quinto maior grupo de energia da China, com negócios que cobrem 36 províncias chinesas, além de 36 países do mundo, tendo capacidade instalada de geração de 140 GW, atuando nos segmentos de energia hidráulica, nuclear, solar e eólica. Em uma estratégia de expansão e atenta às oportunidades de geração hídrica no Brasil, a empresa aportou no país há cerca de um ano, com a aquisição em leilão da hidrelétrica de São Simão, situada à margem do Rio Parnaíba, entre os estados de Goiás e Minas Gerais.

A usina tem capacidade instalada de 1.710 MW, suficiente para abastecer uma cidade de 6 milhões de habitantes, possui uma barragem de 3,5 km de comprimento por 127 metros de altura. Da energia gerada na hidrelétrica, 70% destina-se ao mercado cativo, enquanto os 30% restantes são voltados para o mercado livre. Com o objetivo de atender geradoras, comercializadoras e grandes consumidores do mercado livre, a empresa está estruturando uma robusta operação de comercialização.

Desde maio de 2018, a SPIC Pacific Hydro passou a operar os ativos com a sua própria equipe. A empresa multinacional apostou nas soluções da In Forma para a gestão integrada da manutenção dos equipamentos da UHE São Simão, através da adoção do EquipMaint.

Com experiência de mais de 25 de anos no mercado de TI para Gestão de Ativos Físicos e O&M, atendendo empresas com atuação em negócios regulados e distribuídos de todos os portes no Brasil e no exterior, a In Forma possibilita para os seus clientes ganho de produtividade, segurança e confiabilidade com as funcionalidades do EquipMaint. “Nossa solução preenche a lacuna entre a administração de tempo real e o sistema de informação de gestão corporativa, oferecendo um suporte mais inteligente na manutenção e operação com alinhamento estratégico organizacional, indicadores continuamente atualizados, otimização de recursos e redução de riscos regulatórios”, explica a Gerente de Projetos da In Forma, Carina Furtado.

O projeto de implantação do Equipmaint na São Simão teve início efetivamente em junho deste ano e, com a conclusão da primeira fase do processo prevista para setembro, o software já estará beneficiando toda a equipe de Operação da usina. E até abril de 2019, a gestão da Operação e da Manutenção da UHE São Simão poderão ser realizadas de forma totalmente integrada, com o uso do Equipmaint. “Estamos muito satisfeitos com a oportunidade de atuar em um projeto deste porte. Somos motivados por desafios a cada novo projeto e pela vontade de apoiar os nossos clientes na busca por suas metas. A expectativa da In Forma é de colaborar com os planos de crescimento da SPIC no Brasil”, destaca o CEO, Ismar Kaufman.