Transformação Digital e Indústria 4.0 no Setor Elétrico

Última alteração: 30 de Abril de 2020 às 15:35

Entenda como a Transformação Digital e o movimento da Indústria 4.0 podem (e vão) mudar o cenário das empresas do setor Elétrico!

A Transformação Digital é um movimento difundido que ultrapassa a camada de empresas convencionais e, aos poucos, impacta a indústria como um todo. É a partir dessas possibilidades que outras revoluções estratégicas e processuais, como a Indústria 4.0, são possíveis. E o melhor: estão se tornando realidade.

No caso do setor elétrico — especialmente brasileiro, o desafio da modernização é grande. Além de um fornecimento limpo, é preciso reorganizar processos, diversificar recursos e integrar sistemas.

Para essa área, a transformação digital não depende apenas da adoção de novas tecnologia. Antes, é preciso que ela se fortaleça para vencer antigas barreiras regulatórias, conseguindo diversificar as suas fontes e apostando em soluções mais limpas e renováveis.

Para tanto, porém, é preciso que as empresas do setor elétrico entendam o momento. O investimento na transformação digital e na Indústria 4.0 traz incríveis possibilidades, como a automatização de tarefas e a redução exponencial de custos.

Entenda mais sobre esses conceitos e como eles podem impactar o setor elétrico brasileiro. Continue a leitura para aprender!

O que é a Transformação Digital e a Indústria 4.0?

Ambos os conceitos dizem respeito à evolução e introdução tecnológica na rotina das empresas.

A Transformação Digital se trata da intensificação do uso de recursos tecnológicos dentro das empresas, seja na esfera operacional como estratégica. O intuito é de tornar os processos mais otimizados e a tomada de decisões assertiva e data-driven, potencializando resultados e mitigando as falhas.

Já a Indústria 4.0 é a quarta revolução industrial. Trata-se de um fenômeno cultural que estamos vivendo atualmente. Ela impulsiona diversos avanços no processo, adotando ferramentas e recursos de alta tecnologia como IoT (Internet of Things ou Internet das coisas em português), Inteligência Artificial, Machine Learning e Big Data para elevar o ideal de automatização acima do que as organizações estão acostumadas.

Assim, as indústrias são capazes de revolucionar a forma com que analisam e interagem com seus equipamentos e sistemas. Com isso, a tendência é que a automatização dos processos se acentue (como é o caso da indústria automobilística, por exemplo), otimizando a produtividade e aumentando a eficiência das execuções.

No fim, trata-se de colocar a tecnologia não como coadjuvante, mas como protagonista da empresa, seja no âmbito operacional como estratégico. E, por meio desse potencial, se destacar da concorrência, melhorando toda sua operação.

Como a Transformação Digital e a Indústria 4.0 impacta no Setor Elétrico?

Os movimentos chegaram para promover uma evolução de toda cadeia produtiva que envolve o setor elétrico, de empresas mais maduras no tema até às mais inexperientes. Por isso, adotar a digitalização é uma das principais tendências deste nicho a partir de agora. A principal prova está no valor. Segundo o World Economic Forum, a transformação digital tem o potencial de agregar US$ 1,3 trilhão em valor para o setor de eletricidade até 2025.

Esses números, porém, dependem do quão disposto está o setor em abraçar esses conceitos.

A adoção de recursos já populares, como plataformas de serviços (SaaS, para ser mais exato), Cloud Computing, dispositivos, sensores e medidores inteligentes e a análise avançada de dados podem ser um começo.

Por exemplo, com a adoção da IoT, o setor elétrico é capaz de integrar máquinas e sistemas através de redes sem fio, otimizando assim os seus processos internos.

A Indústria 4.0 também traz o conceito de alta conectividade, que atua através de sensores instalados em máquinas, bem como ferramentas de medição. E no setor elétrico, esses recursos são essenciais para coletar e analisar um alto volume de dados, o chamado Big Data, a fim de gerar uma melhor eficiência de processos e até de operações energéticas.

Ainda em relação ao Big Data, ele possibilita uma visão muito além do processo e da mão de obra. Com ele, é possível identificar as reais necessidades dos clientes, priorizando a criação de produtos com foco em suas dores, aproximando-se do consumidor final.

Para finalizar, com a adoção dos novos recursos da Indústria 4.0, o setor elétrico também garante mais economia geral, além de uma maior eficiência energética, que diminui os níveis de emissão CO2. Como consequência, há um menor impacto ambiental.

Em relação à transformação digital, algumas empresas do setor já lançaram aplicativos móveis que realizam notificações aos usuários e permitem o pagamento e gerenciamento de faturas.  E é questão de tempo desses aplicativos chegarem a casas inteligentes e edifícios conectados, por exemplo.

O caminho para a evolução do setor elétrico no Brasil

Na realidade do nosso país, o caminho a ser percorrido é um pouco maior que que nas nações mais avançadas. Porém, é perfeitamente possível.

Aqui, por exemplo, existe um apoio a projetos do tipo no setor elétrico. O edital de P&D da Aneel dá a oportunidade para que empresas modernizem suas operações, apostando em tecnologia de ponta, inovadora e limpa.

Ao ultrapassar barreiras regulatórias e apostar no investimento em tecnologia, a tendência é que as empresas do setor se modernizem e se fortaleçam, fomentando a competição não apenas dentro do Brasil, mais como verdadeiros players internacionais.

Que as mudanças virão e obrigarão as empresas a se adequarem, não há dúvidas. Agora, no entanto, é tempo de se antecipar e dar alguns passos à frente da concorrência, digitalizando seus processos internos e revolucionando seu próprio modelo de negócio. Tudo com base na tecnologia.

E então, entendeu o papel crucial da tecnologia, transformação digital e Indústria 4.0 no futuro do setor elétrico? Esperamos que sim! Deseja saber como a In Forma Software pode te ajudar com novas soluções? Entre em contato conosco.